Depois de lutar contra problemas de saúde mental, a Dra. Isana e Inna* experimentaram a cura e encontraram paz em Jesus Cristo. Agora, os apresentadores do canal SAT-7 PARS buscam melhorar a conscientização sobre os problemas de saúde mental no Tajiquistão e testemunhar a esperança de Deus por meio de um novo programa no dialeto tadjique do persa.

“Eu pessoalmente experimentei depressão clínica”, compartilha a Dra. Isana, apresentadora do próximo programa de Saúde Mental e Espiritual. “Eu não tinha esperança de me recuperar. Mas Deus mudou essa experiência negativa para sua própria glória e propósitos. Meus momentos difíceis agora estão sendo usados ​​para ajudar outras pessoas que estão lidando com problemas de saúde mental.”

O objetivo principal da Saúde Mental e Espiritual é chamar a atenção e aumentar a conscientização sobre as questões de saúde mental no Tajiquistão. “Foi um milagre que consegui entrar em contato com um médico e obter o medicamento de que precisava”, conta a Dra. Isana. “As pessoas não sabem reconhecer sinais de depressão.” Mesmo no contexto da igreja, ela descobre, as pessoas não entendem e até consideram as pessoas que vivem com depressão como simplesmente tendo uma “atitude negativa”. “Há um grande estigma em torno da saúde mental”, ela continua. “As pessoas tentam esconder, porque se preocupam com o que as pessoas vão pensar.”

“Queremos ajudar a prevenir o suicídio aumentando a conscientização, orientando os telespectadores sobre o estigma”, diz Inna. A Dra. Isana acrescenta: “Estamos pesquisando todos os recursos disponíveis no Tajiquistão que podem ajudar mulheres com problemas de saúde mental a receberem a ajuda de que precisam. Não podemos ver a dor mental como podemos ver uma perna quebrada. Mas as pessoas com problemas de saúde mental precisam ter acesso a medicamentos e receber ajuda”.

Infelizmente, no Tajiquistão, onde não existe um Programa Nacional de Saúde Mental e há muito pouca conscientização, muitas pessoas não recebem a ajuda de que precisam para se recuperar. “Nos últimos meses, durante a pandemia, as notícias do Tajiquistão relataram um alto número de mortes por suicídio entre mulheres”, compartilha a Dra. Isana. Também houve casos, ela acrescenta, de mães e seus filhos morrendo por homicídio e suicídio.

“Jesus pode mudar você espiritualmente, mentalmente e emocionalmente”, acrescenta Inna, que conta que superou pensamentos suicidas enquanto vivia com depressão. “Meu irmão se matou, e meu outro irmão tem esquizofrenia. Achei que Deus era cruel e punia minha família. Costumava usar drogas e consultar cartomantes.” No entanto, continua Inna, tudo isso mudou quando ela conheceu a Cristo. “Deus me mudou completamente. Ele mudou meu trabalho, minha família, minha atitude e minha vida. Agora, quero compartilhar meu testemunho, para contar aos telespectadores sobre Jesus, que traz a cura.”

A pandemia agravou os problemas existentes que geram desesperança no Tajiquistão. O colapso da União Soviética e a guerra civil de cinco anos que se seguiu deixaram sua marca na sociedade tajique. As mulheres muitas vezes foram forçadas de forma desproporcional a carregar muitos dos fardos da vida, incluindo tornar-se ganha-pão e também pais solteiros quando os homens migraram para a Rússia em busca de emprego, deixando suas famílias para trás. Abuso, poligamia e controle social estrito sobre suas atividades também afetam as mulheres no Tajiquistão.

Ore pela esperança e paz de Deus para preencher as pessoas no Tajiquistão que estão sofrendo, lidando com desesperança e afetadas por problemas de saúde mental. Peça a Ele para renovar mentes e por sua provisão do apoio que é tão necessário.

Ore também para que sua mão esteja sobre os preparativos e pesquisas para a Saúde Mental e Espiritual, e que a gravação do programa seja possível em dezembro.

Peça que este programa ajude a aumentar a conscientização sobre os problemas de saúde mental no Tajiquistão e a dissipar o estigma que pode impedir o acesso à ajuda.

*Nomes alterados por motivos de segurança.

https://www.who.int/mental_health/evidence/atlas/profiles_countries_t_z.pdf?ua=1