O canal SAT-7 ÁRABE recentemente transmitiu uma conferência de adoração online ao vivo de três dias apresentando líderes da Igreja Evangélica no Egito que se uniram em oração pelo Oriente Médio e Norte da África. Enquanto algumas igrejas estavam fechadas e os cristãos no Egito se sentiam particularmente vulneráveis, o Projeto de Neemias: Vamos Construir encorajou os cristãos em isolamento.

“Hoje, vamos orar para que o Espírito Santo venha e nos dê o coração de Neemias”, orou o Pastor Younathan Boulos durante a conferência de 5 a 7 de outubro. “Quando ele ouviu falar de ameaças de que iriam construir os muros de Jerusalém, o povo ficou com medo. Ele disse-lhes para que não temessem, mas se lembrassem do grande poder e força de Deus. Deus é bom. Ele pode mudar as coisas. Não importa qual seja a nossa realidade, Ele é maior.”

Os pastores que organizaram o Projeto Neemias realizaram quatro reuniões ao longo de três dias na Igreja Evangélica de Heliópolis no Cairo, na ausência de congregação, com foco na oração pela cura, pela segurança mediante a pandemia, pela estabilidade política e econômica na região e pela proteção divina sobre a igreja e as famílias.

“Nosso objetivo é a união e a construção mútua. Neste culto de oração, queremos oferecer um ministério completo para o nosso país e outros países em nossa região”, disse o pastor Fikry Ragey, chefe do ministério de oração da Igreja Evangélica no Egito.

A SAT-7 transmitiu o evento ao vivo online para atingir o maior número possível de espectadores, já que muitas igrejas ainda estão fechadas para o público na região. Mais de vinte e nove mil assistiram ao evento no Facebook. Muitos cristãos também estão sentindo a perda de vários grandes eventos geralmente frequentados, ou assistidos na SAT-7, por muitos cristãos a cada ano do Egito e de toda a região.

A transmissão também ofereceu conforto, pois muitos cristãos no Egito estavam se sentindo particularmente desconfortáveis ​​após a notícia de que o Rev. Dr. Andrea Zaki, líder da Comunidade Protestante no Egito, havia testado positivo para a COVID-19, junto com vários outros líderes de igrejas de diferentes denominações. O Dr. Zaki se recuperou desde então e está reassumindo suas funções. Também na mente das pessoas estão a dor econômica da pandemia e a incerteza política, incluindo as negociações em torno do projeto da Grande Barragem da Renascença Etíope, uma fonte de tensões regionais que causam ansiedade para alguns no Egito.

A conferência também se concentrou na oração pelos jovens, muitos dos quais estão lutando com sua fé após uma década de instabilidade na região e agora a pandemia.

“Muitos jovens deixaram a igreja nos últimos anos, por vários motivos. Queremos orar por eles e pela Igreja”, disse o Pastor Aziz Rizkallah durante sua oração no evento. “Queremos orar para que os jovens conheçam a Cristo e sejam transformados.”

A conferência é parte do objetivo da SAT-7 de capacitar a Igreja no Egito e em toda a região, transmitindo cultos ao vivo, de igrejas de todas as denominações, para alcançar aqueles que não podem frequentar a igreja, um grupo de telespectadores que cresceu exponencialmente desde a pandemia.